Marketing de conteúdo: escreva o que seu público quer ler

Você já ouviu falar que informação é a moeda de troca da internet? Quem disse essa frase pela primeira vez não poderia estar mais certo, principalmente quando o assunto é fazer marketing de conteúdo. Pense...

Marketing de conteúdo: escreva o que seu público quer ler

Você já ouviu falar que informação é a moeda de troca da internet? Quem disse essa frase pela primeira vez não poderia estar mais certo, principalmente quando o assunto é fazer marketing de conteúdo.

Pense nas redes sociais que você mais usa; todas elas existem para que as pessoas compartilhem fotos, vídeos, suas ideias ou pensamentos a respeito de qualquer assunto, em qualquer lugar — e tudo isso vira conteúdo.

Além disso, reflita também sobre os seus hábitos online. Muito provavelmente, você tem seus sites, blogs e canais favoritos do YouTube, acessados diariamente (ou até mais de uma vez por dia) para se informar, entreter, passar um tempo e interagir com outras pessoas, trocando informações.

Todos esses pontos nos levam a confirmar que o marketing de conteúdo é uma estratégia essencial para qualquer empresa que busca ganhar algum tipo de autoridade ou visibilidade na web hoje.

Vale lembrar que estamos falando de um cenário onde 78% dos CMOs entendem que o conteúdo personalizado, entregue por meio do marketing de conteúdo, é o futuro do digital (DemandMetric, 2022).

Assim, ficar de olho nessas técnicas é essencial, mas colocá-las em prática é melhor ainda! Por isso, neste blogpost, trouxemos as principais técnicas de criação de conteúdo focadas nos textos.

São estratégias aplicadas por especialistas, que geram muito valor para as marcas e que, inclusive, utilizamos em nossos próprios materiais. Porque se for investir em marketing de conteúdo, não dá para fazer de qualquer jeito; tem que ser do melhor jeito.

Para conhecer melhor sobre esse universo do marketing de conteúdo, continue acompanhando aqui embaixo.

Leia também:

 

Mas, afinal, o que é Marketing de Conteúdo?

Antes de entender o que é o marketing de conteúdo, propriamente, é preciso entender que essa estratégia faz parte das diversas técnicas do Marketing Digital.

De forma resumida, esse conjunto de técnicas, hoje tão importante quanto o marketing tradicional, é a área responsável por estabelecer o relacionamento entre cliente e empresa no ambiente digital.

Por meio de vários recursos, o marketing digital não existe somente com o objetivo de converter vendas, mas sim, criar o cenário para que uma conversa entre marca e usuários se inicie e permaneça interessante, saudável e duradoura para ambos.

Como você já deve suspeitar, um desses recursos é justamente o marketing de conteúdo, focado em textos atraentes, informativos e personalizados, bem escritos não só na gramática e ortografia, mas também, em conformidade com o público para o qual está sendo direcionado.

 

Como fazer um bom marketing de conteúdo?

Assim como as outras frentes do marketing digital, no marketing de conteúdo existem algumas características imprescindíveis para atingir o público e ser notado por ele em meio à tanta concorrência na web.

Pense assim: quando você conversa com um amigo, você não vai falar sobre um assunto que ele não conhece, não entende ou não gosta de falar; o mesmo princípio deve ser considerado na hora de construir o seu conteúdo.

O bom marketing de conteúdo é:

Marketing de conteúdo

A intencionalidade na produção dos textos deve orientar não somente o objetivo daquele texto (atração, conversão, relacionamento), mas também o assunto em si e sua utilidade na vida do leitor.

Da mesma forma, um bom marketing de conteúdo é consistente ao informar tudo que ele precisa — assim como esse blogpost se propõe a te contar tudo sobre o marketing de conteúdo.

É importante também se ater à personalização desse texto. Para ser intencional, consistente e relevante, ele também precisa ser sob medida para o público, escrito de acordo com o que a persona gostaria de ler.

Por fim, tudo isso só é possível se o marketing de conteúdo também for data driven, ou seja, conteúdos orientados por dados obtidos a partir de pesquisas e feedbacks com o público em questão.

Por meio desses dados, você consegue descobrir o que seu público quer, precisa e até o que ele não gosta de consumir. Além de levantar insights importantes para novas estratégias, posicionamentos e conversas.

Marketing de conteúdo

Por que fazer marketing de conteúdo é tão importante?

Se, mesmo depois de tudo que vimos até aqui, você ainda não tem certeza se deveria investir em marketing de conteúdo, trouxemos alguns dados e impressões relevantes sobre essa estratégia, divulgados este ano (2022) em pesquisas e relatórios sobre o setor de marketing.

Marketing de conteúdo

Como você pode ver, as empresas estão investindo cada vez mais em estratégias de marketing digital, principalmente depois da pandemia mostrar que esse é um caminho cheio de possibilidades.

Nesse sentido, o marketing de conteúdo não fica para trás e aparece não somente nestes, mas em diversos outros reports como uma das técnicas mais promissoras e capazes de trazer resultados significativos para a empresa.

Caso você já esteja decidido(a) a investir no marketing de conteúdo e começar uma transformação digital na comunicação da sua empresa, o próximo passo é deixar essa técnica impecável. Para isso, confira o próximo bloco.

 

Saiba mais:

5 técnicas para um marketing de conteúdo perfeito

Agora que você já sabe o que é marketing de conteúdo e porque ele é tão importante na sua estratégia digital, chegou a hora de aplicar seus conhecimentos e desenvolver a sua própria produção de conteúdo.

Para isso, separamos 5 técnicas para começar, desenvolver e manter um marketing de conteúdo eficaz e que, de fato, converse com o público da sua marca.

 

1. Invista no SEO

Vamos começar pelo básico: o SEO. Essa é uma técnica indispensável para qualquer empresa que deseja ser encontrada de alguma forma na internet. Afinal, quando buscamos por algum serviço ou produto, nossa primeira atitude é pesquisar um pouco mais sobre o assunto em mecanismos de pesquisa, como o Google.

Por isso, é essencial que qualquer página da sua empresa seja 100% embasada em técnicas de SEO, sejam elas offpage (na estrutura de códigos do site), ou onpage (diretamente no conteúdo).

Para otimizar o seu site em SEO é essencial fazer uma seleção de palavras-chave relevantes para o negócio e realizar um estudo sobre a concorrência, para entender o que outras empresas, no mesmo segmento ou não, estão realizando.

Mas, além de estruturar o seu site de forma que ele seja interessante para os mecanismos de pesquisa, também é fundamental alimentar um blog com tipos de conteúdos relevantes e usar técnicas de SEO na hora de criar suas landing pages.

Assim, a sua empresa trabalha um volume maior de palavras-chave, tem a chance de aumentar o território no Google e abordar diferentes dores ou dúvidas da sua persona e também cria autoridade no mercado.

 

2. Faça conteúdos persuasivos com o copywriting

Outra técnica praticamente obrigatória para quem quer construir um bom marketing de conteúdo é se comunicar da forma ideal com a persona escolhida em todos os canais. No marketing de conteúdo, chamamos essa técnica de copywriting.

Um dos passos principais para essa estratégia é mapear as principais dores do seu público. Essa informação é a chave para que você consiga desenvolver na comunicação a melhor linguagem, o tom mais adequado e, claro, os principais argumentos a favor do seu produto ou serviço.

Mas, não é apenas isso. O seu conteúdo deve ser altamente persuasivo e atender a alguns critérios básicos.

Marketing de conteúdo

Nesse sentido, o bom copywriting é vital em todas as etapas do funil de vendas, afinal, ele vai desde o despertar do interesse no cliente até a conversão, seja para comprar direto na página do e-commerce ou clicar em um link inserido no e-mail.

Portanto, o copywriting pode — e deve — estar presente em tudo! Desde blogposts e outras páginas do seu site, como também, e-mails e posts de redes sociais. A ideia é explorar o texto ao máximo.

 

3. Use gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são técnicas que podem andar lado a lado com os textos construídos com foco em copywriting. Afinal, se você quer que o usuário realize algum tipo de ação a partir do seu texto, primeiro, você precisa convencê-lo.

Por meio de elementos textuais ou de imagens, você pode ser capaz de motivar pessoas a realizarem ações de forma praticamente automática. Isso acontece porque os gatilhos mentais atuam em uma parte do cérebro que busca tomar decisões sem ter que fazer muitas reflexões a respeito do assunto.

Imagine que acabaram de anunciar um show de uma banda que você gosta muito. Você decide esperar o seu cartão de crédito virar para realizar a compra, mas então, se depara com um anúncio da apresentação que diz “últimos ingressos”.

Pode ser que essas palavras, neste contexto, façam você tomar uma decisão imediata. Talvez adiantar o pagamento da sua fatura, pensar em outra forma de pagamento ou, quem sabe, até pedir o cartão de outra pessoa emprestado — tudo para não ficar sem seus ingressos. Esse é o gatilho mental da escassez.

Vamos imaginar outra situação: pense que você é o idealizador de uma startup prestes a lançar um novo aplicativo no mercado. Você já tem definidos o produto, seus benefícios e até a persona. Então, cria diversos teasers do app para deixar seu público curioso para o lançamento. Esse é o gatilho da antecipação.

Assim como estes, existem muitos outros gatilhos mentais que podem ser explorados ao longo de seus conteúdos e estratégias de marketing digital. Mas, atenção! Essas técnicas podem gerar alto envolvimento afetivo entre público e marca e, por isso, devem ser utilizadas de forma bastante ética e responsável.

 

4. Conte histórias para envolver o seu público

Todos nós já ouvimos histórias que nos marcaram ao longo de nossa vida, certo? Isso acontece porque nosso cérebro tende a reter mais informações quando elas são apresentadas em uma narrativa. Assim, o storytelling pode ser uma de suas principais ferramentas para ter uma estratégia de marketing digital de sucesso.

Alguns estudos de neuromarketing já atestaram que a publicidade funciona melhor quando tem recursos de storytelling em seus conteúdos. Dessa forma, o público guarda mais informações sobre a marca e se envolve mais emocionalmente com o produto.

Se o conteúdo criado for muito bem feito, o cérebro responde com liberação de dopamina, substância que ajuda a fixar a mensagem e faz com que a gente se lembre por mais tempo da história.

Quando estamos falando de consumo então, o storytelling pode ser poderosíssimo! Tudo porque ele desencadeia reações emocionais que são muito mais capazes de motivar a jornada de compra, do que fatores racionais.

No storytelling, existem diversas técnicas que podem ser utilizadas a favor da sua empresa. A mais famosa é a jornada do herói, que se desenvolve em três atos: a apresentação, o desenvolvimento, com todos os conflitos, e a resolução. Estruturas assim são capazes de gerar envolvimento afetivo entre o público e a marca

Mas, também existem outras frentes que podem ser exploradas dentro do storytelling e, uma das principais, é o conteúdo institucional, com o objetivo de engajar o seu público e difundir a sua marca.

Imagine que você seja dona de uma marca que é a expressão do lifestyle de uma tribo. Você pode usar o storytelling para mostrar como a sua marca foi importante para o desenvolvimento dessa cultura e usar influenciadores do segmento para mostrar o impacto que as roupas têm para pessoas do mesmo contexto.

Assim, você está contando a história da sua marca de um jeito indireto, sem o foco em vendas. Além de demonstrar também a importância das suas peças para a cultura da tribo, gerando empatia no público, que começará a relacionar a sua empresa com esse lifestyle e coisas relacionadas a ele.

 

5. Data Driven Journalism

Se, por um lado, trabalhar o emocional é muito importante para o marketing de conteúdo, também é essencial trazer um olhar analítico aos seus conteúdos. Apostar em textos que sejam altamente informativos e embasados por dados, cases, afirmações, etc. com certeza terá impacto nos seus resultados.

Esse tipo de informação é capaz de engajar bastante o público, principalmente pela tendência das pessoas consumirem cada vez menos anúncios. A ideia é analisar o mercado em que você está inserido, pegar esses dados e transformá-los em informações significativas para o dia a dia do seu público.

Se for possível, você ainda pode realizar uma pesquisa mais ampla do segmento e obter informações para dar origem a um material rico super interessante para o público, que irá impulsionar suas conversões de forma inacreditável.

O Spotify, um dos gigantes do streaming na indústria musical, é um ótimo exemplo. Anualmente, a empresa usa os dados de consumo de seus usuários, a partir da análise de playlists e reproduções de cada um, para fazer uma retrospectiva personalizada, com os artistas, gêneros e músicas mais ouvidas naquele ano.

As informações de cada perfil são divulgadas de forma tão espontânea que, todos os anos, a espera pelo report vira pauta nas mídias sociais e aumenta ainda mais a influência da marca.

Trazer esse tipo de informação à tona é algo que está muito relacionado ao gatilho mental de autoridade, que mostra que sua empresa é realmente referência naquele assunto. Também é um tipo de informação que faz o seu negócio parecer muito mais interessante para o público-alvo e até para a imprensa.

Indo mais além, você também pode analisar suas próprias métricas de marketing para pensar em ações que tenham mais a ver com o perfil de consumo do seu consumidor. Assim, poderá entender também o que pode melhorar no tom da comunicação, na escolha das pautas e nos formatos adotados para o conteúdo.

 

Gostou desse conteúdo? Continue explorando o tema:

 

Agora que você já conhece as principais técnicas para um bom marketing de conteúdo, ficou mais fácil de entender como essa estratégia pode revolucionar a comunicação da sua empresa, por meio da produção de textos.

Contar com o apoio de especialistas é fundamental para garantir uma estratégia digital que seja eficaz e traga resultados transformadores. Por isso, quando precisar de um suporte com o seu conteúdo, a Layer Up está à disposição para ajudar.

Marketing de conteúdo

Contato//

Fale com um especialista, tire dúvidas ou deixe sua sugestão para a Layer Up. Nosso time está pronto para dar um UP em seu negócio e entregar os melhores resultados!

    Newsletter

    Assine a newletter e receba informações do mundo digital.