CPC: o que é, como aplicar e quais as diferenças em comparação ao SEO

Quando falamos em aumentar a visibilidade em mecanismos de busca na internet e sua relevância, automaticamente já vem em nossas cabeças a otimização por SEO (Search Engine Optimization) e também, não tão popular quanto o SEO, mas muito bem lembrado, o PPC (Pay Per Click) ou em português CPC (Custo por Clique). Essas duas fórmulas são fundamentais para alcançar mais visibilidade e relevância, principalmente quando uma se une à outra.

Traduzido livremente, SEO nada mais é do que a otimização em relação aos mecanismos de buscas, ou para simplificar, otimização na mídia social. Trata-se de estratégias em conjunto que têm como foco melhorar e potencializar a colocação de um conteúdo da internet nos sites de buscas.

As formas de se usar SEO variam muito, desde gerar conteúdos virtuais altamente atrativos, tais como a utilização de palavras-chaves, fatores que não podem passar despercebidos quando se quer alcançar uma alta visibilidade.

Porém, não há nenhuma garantia de que, aplicando o SEO corretamente, a sua empresa estará no topo dos sites de buscas, isso porque a maioria de seus concorrentes também estará pensando nessa mesma estratégia. O desafio encontrado pelo SEO é fazer com que sua empresa seja vista sem que você, necessariamente, gaste para isso.

CPC

O que é CPC? 

Como já citado acima, CPC é a sigla para custo por clique, ela se caracteriza como uma forma de cobrança de anúncios pagos, na qual o pagamento é feito pelo número de cliques realizados. 

Assim, o anunciante paga pelos visitantes que vão do site no qual o anúncio foi feito para o site dele. Esse cálculo é feito através da divisão do gasto total pelo número de cliques recebidos pelo anúncio. 

Esse modelo é muito utilizado pelo Google Adwords. E permite descobrir exatamente o número de cliques em um anúncio e quais impactos essa publicidade tem causado nos usuários.

Outro diferencial do CPC é que você pode estabelecer uma meta de cliques desejados e calcular.

Leia também: 

Como aplicar o CPC?

Assim como qualquer outra campanha de marketing digital, para aplicar o CPC é necessário seguir alguns passos, tanto para entender o mercado quanto seu público-alvo

Uma boa alternativa para contar com resultados mais expressivos após aplicar a metodologia, é investir em dados. Afinal, por meio deles é possível ter um panorama maior de onde investir e no que investir. 

Além disso, atente-se para:

CPC

A diferença entre SEO e CPC

A maior diferença encontrada entre SEO e CPC é que a segunda opção você terá que pagar para que seja bem vista nos sites de buscas. É como se fosse um investimento de propaganda na mídia social, além de trabalhar diretamente com links patrocinados, se você quer aumentar a visibilidade num curto período de tempo, disposto a investir – financeiramente falando – nisso.

O custo é por clique, assim como a tradução da sigla diz, ou seja, se alguém apenas visualizar seu conteúdo isso não será cobrado. Outra diferença que distingue SEO e CPC é que, com o CPC, o fluxo de tráfego ocorre de forma mais acelerada e com mais garantia, além de ter o controle de quanto quer gastar, o período em que deseja investir e já ter uma pequena projeção de curto prazo dos resultados.

A grande sacada para sua empresa se sair bem na mídia social é usar essas duas ferramentas como estratégia de marketing. Com isso, você cada vez mais melhorará seu SEO, da mesma forma em que será importante investir financeiramente em CPC para que todo esse processo aconteça mais rápido, em curto período.

Vale destacar também que o CPC – justamente por ser pago – deixa de acontecer quando você resolve não investir mais nessa técnica, diferentemente do SEO, que é uma técnica mais sólida e constante, mesmo obtendo resultados de longo prazo, não dependerá de nenhum investimento financeiro de sua parte.

O ideal é avaliar sua empresa como ela está neste extenso mundo virtual e decidir como trabalhar SEO e CPC paralelamente, fazendo com que se cruze em suas estratégias para que obtenha os melhores resultados.

Leia também

Como o custo por clique funciona nas redes sociais

O valor do CPC não necessariamente muda de uma ferramenta para outra. O que de fato pode mudar são algumas opções de visualização como gráficos e funcionalidades. 

O Facebook e o Youtube, por exemplo, oferecem espaços laterais para banner patrocinados, diferente de outras redes sociais, como o Instagram e o Twitter, que priorizam a exibição de anúncios dentro do próprio feed. 

As principais modalidades de pagamento do CPC são: 

CPC

Leia também: 

CPC 

Antes de entender as diferenças entre CPC, é importante compreender que diversas plataformas, inclusive o Google Ads, utilizam campanhas de lances de custo por clique. Mas, o que é isso?

Basicamente, essas campanhas se caracterizam como um leilão virtual, no qual cada empresa oferece seu lance por uma palavra-chave. Claro que palavras com bastante procura possuem valores maiores. 

Não à toa, palavras-chaves curtas apresentam um CPC muito mais alto do que as palavras-chave de cauda longa, aquelas que são maiores. 

Desta forma, os CPCs máximo, real e médio se referem ao preço oferecido pelos anunciantes, ou seja, o preço que cada um está disposto a pagar pelo clique. 

Conheça a diferença entre eles: 

CPC máximo 

Esse tipo de CPC refere-se ao preço máximo que o anunciante deseja pagar por um clique em seu anúncio. 

CPC real 

Já o CPC real é o preço final cobrado pelo clique. 

CPC médio 

Enquanto o CPC médio tem como base uma sequência de leilões, ou seja, como o próprio nome supõe, é o valor médio cobrado pelos cliques ao longo de todo o período de divulgação.

Leia também:

Conclusão 

Apesar do CPC ser um importante impulsionar para a conquista de resultados promissores, é importante ficar de olho no retorno que a estratégia está trazendo. Tenha sempre em mente que seu objetivo deve ser converter leads em clientes e gerar mais vendas. 

Com base nisso, atente-se para os números e indicadores do resultado das suas estratégias. Se necessário, faça otimizações em suas campanhas para gerar vendas mais rápido e de forma rentável para sua organização. 

Por fim, atente-se aos resultados obtidos, faça avaliações e crie planilhas com esses dados coletados. 

Quando abordamos a questão do empreendedorismo digital, estamos nos referindo à aplicação de metodologias que tragam resultados. Ou seja, de nada adianta aplicar todas as técnicas, se não existe uma análise de dados para observar se elas estão sendo eficientes ou não. 

O custo por clique pode, de fato, ser uma estratégia eficaz para evitar gargalos operacionais e construir melhores oportunidades de negócio, para isso, é necessário que ela seja aplicada com assertividade.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre a importância dos dados dentro das organizações, não deixe de conferir o evento Data Driven Decision. No qual, você encontrará palestras com grandes players sobre captação, análise e orientação para aumentar sua lucratividade e alcançar maiores resultados. 

Ao todo, são mais de 15h de conteúdo exclusivo com diversos experts do mercado de marketing, vendas e inovação. Aprenda a aplicar metodologias simples que otimizam processos do dia a dia e alavancam resultados.

Para acessar o Data Driven Decision, basta clicar no botão abaixo:CPC

Contato//

Fale com um especialista, tire dúvidas ou deixe sua sugestão para a Layer Up. Nosso time está pronto para dar um UP em seu negócio e entregar os melhores resultados!

    Newsletter

    Assine a newletter e receba informações do mundo digital.