Aprenda a otimizar campanhas no Google Ads para aumentar a sua conversão em vendas

Quem trabalha com marketing digital ou está em busca de conhecer mais sobre Inbound Marketing, com certeza já ouviu falar do Google Ads.

A ferramenta pertencente ao Google, permite a criação de anúncios patrocinados. Por meio dela, é possível ter controle sobre o orçamento investido e sobre a forma de cobrança dos anúncios, que se divide em três tipos:

 

 

Mas, muito além dos links patrocinados, o Google Ads possibilita que as campanhas sejam otimizadas, a fim de potencializar processos de melhoria. Ou seja, se sua campanha não está atingindo o objetivo esperado, que tal adaptá-la?

Neste conteúdo exclusivo, vamos abordar como a otimização de campanhas por meio da mensuração de dados é capaz de gerar mais oportunidades de negócio e aumentar sua receita. Continue acompanhando!

 

Por que utilizar o Google Ads?

Com essa ferramenta, organizações dos mais diversos segmentos têm a possibilidade de se destacarem na internet. Afinal, os links patrocinados são uma importante estratégia para quem busca aumentar a conversão de leads.

Além disso, o Google Ads é capaz de gerar resultados imediatos para o seu negócio, sendo responsável também por auxiliar na escolha de novas palavras-chave para o SEO e conquistar clientes, independentemente do estágio do funil de vendas.

Por apresentar múltiplos usos, as campanhas podem ser exibidas de diferentes maneiras, de acordo com a pesquisa de cada usuário. Por isso, os anúncios são divididos em alguns tipos, cada um com suas próprias características e indicados para um canal específico. São eles:

 

 

As campanhas criadas a partir do Google Ads trazem uma resposta bastante positiva. Isso porque a ferramenta permite direcionar os anúncios para o seu público ideal, segmentando com precisão quem deve ser impactado pela publicidade.

Outro grande diferencial é sua mensuração dos resultados alcançados. Ao analisar os dados, é possível identificar se a campanha está atingindo o resultado esperado e, caso seja necessário, propor processos de melhorias.

 

Como otimizar campanhas no Google Ads?

Antes de optar pela otimização de uma campanha, é importante entender por que essa ação é necessária.

De forma simples, a otimização no Google Ads garante anúncios mais assertivos e que atinjam o público-alvo com mais impacto. Vale lembrar que a otimização não significa refazer a campanha; às vezes, simples ajustes são capazes de aumentar consideravelmente a taxa de conversão de leads.

Por isso, é de extrema importância analisar os dados dos seus anúncios. A partir deles, é possível definir quais processos de melhoria são necessários.

Inclusive, nessa etapa também fica evidente a necessidade de contar com uma cultura orientada por dados. Afinal, quando bem estruturados e mensurados, os números são capazes de trazer insights poderosos e guiar as próximas tomadas de decisão do seu negócio.

Voltando às otimizações no Google Ads, para ajudar a impulsionar seus resultados e garantir mais assertividade em seus anúncios, trouxemos algumas dicas fundamentais para a otimização de suas campanhas. Confira!

 

URL legível

É por meio da URL que os visitantes conseguem identificar o tipo de página que acessarão ao clicar no anúncio. Por isso, é importante que a URL tenha relação com o material que está sendo divulgado.

Não se esqueça de incluir a palavra-chave aqui, assim o Google consegue destacar que o assunto é relevante, de acordo com a busca do usuário.

Outra dica interessante é optar por endereços mais curtos, já que eles proporcionam uma visualização mais clara e proporcional ao tamanho do anúncio.

 

Call to action

Popularmente chamado de CTA, o botão call to action busca incentivar o usuário a praticar uma ação. Neste caso, ele tem como objetivo influenciar o lead a clicar no anúncio.

Assim, busque utilizar expressões no imperativo, já que elas são mais eficientes para convencer os usuários a clicarem nos anúncios.

 

Use palavras-chave negativas

Como você já sabe, escolher boas palavras-chave para uma campanha é fundamental! Mas, você sabia que é possível utilizar palavras-chave negativas para gerar mais eficiências em seus anúncios?

Essa prática funciona por meio do “bloqueio” de termos que não são interessantes para o seu negócio. É como uma busca inversa, segmentando ainda mais o anúncio e o público que ele busca atingir.

 

Personalize o mesmo anúncio

Entre muitas finalidades, o Google Ads permite a edição do mesmo anúncio para públicos diferentes. Ou seja, o mesmo anúncio pode ter chamadas diferentes, de acordo com a idade, localização, sexo e demais segmentações escolhidas.

Esse tipo de otimização possibilita uma aproximação maior entre a marca e o cliente, além de auxiliar a identificar qual dos anúncios de uma mesma campanha está sendo mais eficiente.

 

Não se esqueça do mobile

Procure identificar se seu público-alvo costuma realizar buscas pelo Google por meio de dispositivos móveis. Se a resposta for positiva, é importante investir em algumas melhorias para tornar seu site responsivo.

Para que essa estratégia realmente funcione, fique atento ao design das páginas, tempo de carregamento, etc.

 

Análise os resultados

Por último, mas, não menos importante, busque analisar os resultados de suas campanhas após as otimizações feitas. Se necessário, faça novos ajustes.

Para isso, estruture relatórios, converse com seu time de marketing e acompanhe os indicadores de desempenho com frequência.

 

Como uma cultura data driven pode potencializar suas campanhas

Já abordamos outras vezes a necessidade de contar com uma gestão que seja orientada por dados, em  outras palavras, uma cultura data driven.

Além de coletar os dados, ela é responsável por filtrar elementos úteis para a estratégia, transformando-os em informações relevantes e gerando mais inteligência comercial.

Por isso, este ano, especificamente nos dias 27 e 28 de julho, você terá a oportunidade de entrar de cabeça no universo dos dados por meio do Data Driven Decision, um evento online e 100% gratuito indicado para pessoas que têm interesse em aprender mais sobre os dados.

No DDD, apresentaremos desde os primeiros passos para implementação de uma cultura data driven, até métricas e ferramentas fundamentais para quem já está no caminho da alta performance dos negócios.

Muito além de um simples evento online, o Data Driven Decision contará com um hub com conteúdos exclusivos, convidados especiais, minicursos e prêmios imperdíveis em sorteios ao vivo. Você não vai ficar de fora, não é?

Para se inscrever, basta acessar o link abaixo! Até lá!

Google Ads

Marketing Digital: saiba como fazer uma estratégia eficaz para o seu e-commerce

Toda a jornada do consumidor passou por uma grande revolução. Com o marketing digital e as táticas de e-commerce, entram em cena a acessibilidade e a comodidade.

Os clientes não precisam mais se dirigir a uma loja física para conhecer os produtos disponíveis.

Para isso, basta fazer uma pesquisa rápida no Google usando as palavras-chaves certas e você vai encontrar muitas opções interessantes.

Devido a essa facilidade, as pessoas podem considerar por mais tempo antes de fechar negócio.

Isso leva a um aumento da necessidade de se diferenciar no mercado e o Marketing tem papel determinante nisso. Prossiga a leitura para saber como elaborar uma boa estratégia de marketing digital.

Impulsionando as vendas online com o marketing digital

Gerenciar um e-commerce exige estratégias de divulgação mais específicas. O meio online é bem diferente do meio offline.

Ainda assim, a intenção continua semelhante: atrair pessoas interessadas (os chamados leads) e acompanhá-los pelo funil de vendas para assegurar que se convertam em clientes.

Saiba fazer isso com qualidade lendo as dicas que vem a seguir, que lidam com Marketing de Conteúdo, campanhas de anúncios e muito mais.

 

1. Faça marketing de conteúdo otimizado

Mais do que nunca, é preciso usar conteúdos relevantes para se promover na internet. Isso inclui certas regras de otimização.

Para ser avaliado positivamente pelo algoritmo do Google, o conteúdo tem que usar as técnicas de otimização para mecanismos de buscas, da sigla em inglês SEO.

As regras de SEO servem para aprimorar a legibilidade e a indexação das páginas em sites como Google e Bing. A seguir, destacamos:

Esses e outros aspectos contribuem para que as táticas de Inbound Marketing de uma empresa obtenham sucesso.

 

2. Conheça quem te acompanha

Ao contrário do que se espera, a presença na internet não garante um alcance absoluto necessariamente.

Na verdade, vale mais a pena segmentar com cuidado o público que você deseja atingir primeiramente.

Para isso, é necessário saber quem ele é. Tradicionalmente isso é feito a partir da captação e do armazenamento de dados de clientes e leads.

O nome, idade, localização e profissão das pessoas que chegam ao seu produto é a matéria-prima básica de uma campanha de anúncios do Twitter Ads, por exemplo.

São essas informações que te darão insights sobre o tipo de público que te acompanha. Com isso, as estratégias de marketing digital ganham um novo grau de sofisticação e eficácia.

 

3. Ofereça uma experiência de qualidade

Uma das desvantagens do e-commerce é a impossibilidade de ver o produto presencialmente antes de adquiri-lo.

Levando essa dificuldade em conta, é dever das lojas virtuais contar com imagens de alta qualidade e descrições detalhadas dos produtos.

É essencial também  que todas as dúvidas do cliente sejam respondidas. Não se pode deixar espaço para a desistência e o desinteresse que podem ocorrer se o site da empresa não for completo.

Afinal, a ausência de informações pode levar a dúvidas que interferem diretamente na decisão de compra. Além disso, a elaboração de boas descrições também auxilia na pontuação SEO. 

 

4. Atente-se ao e-mail marketing

Em conjunto com o marketing de conteúdo, o e-mail marketing é outra ferramenta extremamente benéfica.

A abordagem dos leads e clientes fidelizados por e-mail possibilita o envio de conteúdos exclusivos.

Esse tipo de estratégia é muito bem-vinda porque as pessoas buscam consumir marcas que trazem signos de diferenciação.

Pode ser uma newsletter com atualizações sobre a empresa, ofertas segmentadas para o perfil do cliente ou lembretes de produtos abandonados no carrinho.

De toda forma, o marketing por e-mail dá a oportunidade de fazer campanhas mais direcionadas.

 

5. Invista no design do site

A página oficial de um negócio funciona praticamente como o substituto de uma sede física.

Ou seja, os visitantes têm que se sentir à vontade para conferir as ofertas e produtos disponíveis.

Isso está diretamente ligado ao design usado no site. Desde a velocidade de carregamento até as decisões estéticas presentes no layout.

Lembre-se que existe uma variedade ampla de opções de consumo por toda a internet. Se o seu site não cativar instantaneamente, a taxa de abandono de página vai crescer.

Considerações finais

Agora que você está ciente das principais formas de se fazer marketing digital, sua empresa tem mais chances de crescer na internet.

O meio digital é altamente competitivo e fugaz. Assim, é necessário acompanhar de perto as novas tendências de consumo para se manter na vanguarda.

Para isso, é necessário contar com um departamento exclusivo para lidar com questões digitais.

Esse é  um investimento que vai influenciar a reputação e o sucesso da empresa a médio e longo prazo.

Contato//

Fale com um especialista, tire dúvidas ou deixe sua sugestão para a Layer Up. Nosso time está pronto para dar um UP em seu negócio e entregar os melhores resultados!

    Newsletter

    Assine a newletter e receba informações do mundo digital.