Business intelligence: saiba como funciona e como usar na tomada de decisão

Imagine uma ferramenta que colete dados do seu negócio de forma estratégica e ainda converta essas informações em valor: isso é o que o business intelligence faz.

A partir desses dados gerados em uma loja, por exemplo, é possível ter a noção do motivo da queda nas vendas, o tamanho e até mesmo a cor mais vendida de uma determinada loja, para que assim ela consiga lucrar mais e reduzir custos.

Mas é necessário que a coleta e organização desses dados permitam uma avaliação e visualização de maneira mais clara, e um software de planejamento estratégico pode ajudar nisso.

Quer saber mais sobre business intelligence, como funciona e suas vantagens¿ Então acompanhando!

O que é business intelligence?

Business Intelligence (BI) é um conjunto de técnicas que ingere dados de negócios e os apresenta em visualizações amigáveis, como relatórios, painéis, gráficos e tabelas.

As ferramentas de BI permitem que os usuários de negócios acessem diferentes tipos de dados, históricos e atuais, de terceiros e internos, bem como dados semi estruturados e dados não estruturados, como mídias sociais.

Dessa forma, é realizada uma análise dessas informações para obter insights sobre o desempenho do negócio.

As organizações podem usar os insights obtidos com business intelligence para melhorar as decisões de negócios, identificar problemas ou questões, identificar tendências de mercado e encontrar novas oportunidades de receita ou negócios.

Onde surgiu o business intelligence?

O termo business intelligence foi usado pela primeira vez em 1865 pelo autor Richard Millar Devens, quando citou um banqueiro que coletava informações sobre o mercado antes de seus concorrentes.

Em 1958, um cientista da computação da IBM, chamado Hans Peter Luhn, explorou o potencial do uso da tecnologia para reunir inteligência de negócios. Sua pesquisa ajudou a estabelecer métodos para criar algumas das primeiras plataformas de análise da IBM.

Nas décadas 60 e 70, os primeiros sistemas de gerenciamento de dados e sistemas de suporte à decisão (DSS) foram desenvolvidos para armazenar e organizar volumes crescentes de dados.

Muitos historiadores sugerem que a versão moderna do business intelligence evoluiu do banco de dados DSS. Uma variedade de ferramentas foi desenvolvida durante esse período, com o objetivo de acessar e organizar os dados de maneira mais simples. 

Já na década de 90, ela tornou-se cada vez mais popular, mas a tecnologia ainda era complexa. O desenvolvimento mais recente concentrou-se em aplicativos de BI de autoatendimento, permitindo que usuários não especialistas se beneficiem de seus próprios relatórios e análises.

As plataformas modernas baseadas em nuvem também ampliaram o alcance do BI em todas as regiões. Muitas soluções agora lidam com big data e incluem processamento em tempo real, permitindo processos de tomada de decisão com base em informações atualizadas.

Agora que já te explicamos o que é como surgiu o business intelligence, vamos mostrar como essa ferramenta funciona na prática. 

Como funciona o business intelligence?

As plataformas de business intelligence tradicionalmente dependem de armazenamento de dados para suas informações básicas, agregando-os de várias fontes de dados em um sistema central, para oferecer suporte a análises e relatórios de negócios

A partir daí, ele consulta o armazém e apresenta os resultados ao usuário na forma de relatórios, gráficos e mapas. E eles podem incluir um mecanismo de processamento analítico online (OLAP) para dar suporte a consultas multidimensionais. 

Por exemplo: Quais são as vendas para nossa região leste versus nossa região oeste este ano, em comparação com o ano passado? O OLAP fornece tecnologia poderosa para descoberta de dados, facilitando a inteligência de negócios, cálculos analíticos complexos e análises preditivas.

Algumas soluções de business intelligence mais recentes podem extrair e inserir dados brutos diretamente usando tecnologia como o Hadoop, mas os data warehouses ainda são a fonte de dados preferida em muitos casos.

Business intelligence

Seu processo, portanto, é divido em 3 etapas. Que são:

Coleta e organização de dados

Essa etapa consiste em estabelecer os dados que serão coletados e que ajudarão a aprimorar as informações, como: despesas, projetos elaborados, metas alcançadas, entre outros.

Para que os gestores possam interpretar melhor falhas nos orçamentos ou padrões de comportamentos, é preciso essa etapa para definir métricas e indicadores e, assim, criar relatórios a partir de perguntas, como: o que aconteceu? Quantas vezes? Como podemos mudar isso?

Análise e compartilhamento

É importante compartilhar as informações alcançadas a partir dessas etapas, para as áreas necessárias dentro da empresa. Dessa forma. Será possível dedicar nas melhorias ou soluções para resolver o problema

Compartilhamento

Na última etapa, compartilhe as informações obtidas para as respectivas áreas, para que se possa trabalhar em soluções e melhorias com o objetivo de resolver o problema apresentado. 

Por que o business intelligence é importante?

Business Intelligence é importante porque oferece às organizações a capacidade de fazer perguntas em linguagem simples e obter respostas que possam entender.

Em vez de usar as melhores suposições, eles podem basear as decisões no que seus dados de negócios estão dizendo a eles, seja relacionado à produção, cadeia de suprimentos, clientes ou tendências de mercado.

Por que as vendas estão caindo nesta região? Onde temos excesso de estoque? O que os clientes estão dizendo nas mídias sociais? O BI ajuda a responder a essas perguntas críticas.

Portanto, o business intelligence fornece insights passados ​​e atuais sobre os negócios. Isso é alcançado por meio de uma variedade de tecnologias e práticas, desde análises e relatórios até mineração de dados e análises preditivas.

Ao fornecer uma imagem precisa do negócio em um momento específico, o BI fornece a uma organização os meios para projetar uma estratégia de negócios com base em dados reais.

Benefícios de utilizar o business intelligence

As organizações se beneficiam do business intelligence quando podem avaliar totalmente as operações e processos, entender seus clientes, avaliar o mercado e impulsionar a melhoria. 

Isso porque ele fornece as ferramentas certas para agregar informações comerciais de qualquer lugar, analisá-las, descobrir padrões e encontrar soluções, apoiando o processo de tomada de decisão das seguintes maneiras. 

Veja mais benefícios: 

Oferece uma visão ampla de dados

Conectando-se a uma ampla variedade de diferentes sistemas de dados e conjuntos de dados, incluindo bancos de dados e planilhas, fornecendo uma análise profunda, ajudando os usuários a descobrir relacionamentos e padrões ocultos em seus dados.

Além disso, apresentando respostas em visualizações de dados informativas e atraentes, como relatórios, mapas, tabelas e gráficos.

Permite comparações em diferentes cenários

Fornecendo recursos de drill-down, drill-up e drill-through, permite que os usuários investiguem diferentes níveis de dados e em vários cenários.

Otimiza tarefas

Por meio de sistemas avançados de BI e análise, também podem integrar inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina, para automatizar e otimizar tarefas complexas.

Esses recursos aceleram ainda mais a capacidade das empresas de analisar seus dados e obter insights em um nível profundo.

Como o Business Intelligence pode ajudar sua empresa? 

Business intelligence

A inteligência de negócios ajuda as organizações a se tornarem empresas orientadas por dados, melhorar o desempenho e obter vantagem competitiva. Eles podem:

Portanto, se você quer tornar seu negócio mais competitivo, invista no business intelligence, já que, a partir da reunião de dados e técnicas, sua empresa vai conseguir coletar e utilizar esses dados de forma estratégica.

As vantagens do Business Intelligence integrado à gestão

O Business Intelligence, também chamado de BI, é um processo que tem como objetivo coletar dados de uma organização de forma estratégica. Assim, todos os processos e atividades são trabalhados para alcançar melhores resultados e obter vantagem competitiva. 

E no mundo dos negócios, empresas que mantêm vantagem sobre os concorrentes, conquistam mais clientes e, consequentemente, aumentam a receita. 

O Business Inteligence, ou Inteligência de Negócios em tradução livre, se baseia na coleta, armazenamento, tratamento, análise e aplicação de dados, que são considerados cruciais para a tomada de decisões mais assertivas. 

E qual empresa não quer tomar decisões mais assertivas, não é mesmo?

Mas, muito se engana quem associa o BI apenas ao mercado e suas constantes transformações, assim como ele é utilizado para a posicionar uma empresa, marca ou produto de maneira externa, ele também pode ser usado de maneira interna. A fim de impulsionar resultados por parte dos colaboradores e identificar possíveis falhas na gestão, que podem vir a atrapalhar os processos empresariais/ industriais do dia a dia. 

A  relação do Business Intelligence atrelado a gestão 

Quando falamos sobre a gestão de uma empresa, nos referimos à forma como os gestores lidam com os processos do dia a dia. Afinal, comandar diferentes equipes de colaboradores não é uma tarefa fácil. 

Entretanto, para impulsionar resultados positivos e tomar decisões mais assertivas, os dados podem ser importantes aliados

Em uma era na qual organizações de diferentes segmentos precisam se posicionar e tomar decisões sérias em tempo real, nada mais importante do que contar com informações relevantes como apoio. 

Uma gestão que preza pelo crescimento tanto da empresa quanto dos colaboradores deve orientar suas decisões com base nos dados. Imagine que você esteja buscando profissionais para subir de cargo, como identificar aquele que melhor se qualificou? Ou como reconhecer possíveis erros em sua operação comercial? 

Lembre-se, gerir é, sobretudo, analisar os cenários e identificar aqueles que são mais propícios a gerar bons resultados. 

Conheça algumas vantagens do BI para a gestão empresarial

O Business Intelligence tem como objetivo transformar dados em uma linguagem de fácil assimilação e associação, o que, consequentemente, gera um maior compartilhamento de informações entre a gestão e os colaboradores

Conheça outras vantagens de integrar os dados à gestão da empresa: 

Auxilia no planejamento de gestão: o BI auxilia empresas a organizarem seus dados e identificarem possíveis erros, falhas ou melhorias de suas operações. Assim, além de coletar os dados, ele os destrincha, a fim de obter uma análise mais profunda. 

Minimiza erros e riscos: nenhuma empresa quer correr riscos, certo? A partir do momento no qual as organizações possuem informações consolidadas e organizadas, os erros e riscos podem ser previstos, o que evita desafios futuros. 

Torna métricas e indicadores mais fáceis de serem compreendidos: não é segredo para ninguém que com a chegada da cultura Data Driven, diversos processos do dia a dia começaram a ser automatizados com o objetivo de gerar mais produtividade e voltar a atenção da mão de obra humana para atividades mais importantes. 

Assim, por meio do Business Intelligence, é possível definir quais processos precisam ser automatizados e como eles influenciam na dinâmica empresarial. 

Fidelização de clientes e aumento da receita: com o Business Intelligence, é possível contar com uma gestão mais eficiente com o objetivo de atender as necessidades dos clientes. Traçar métricas, impulsionar resultados e alinhar sua empresa às necessidades do mercado é muito mais fácil por meio dos dados e com a integração dos colaboradores com um mesmo objetivo.

Dados são uma importante alternativa para traçar metas e impulsionar resultados 

Não é mais segredo que os dados são cruciais para negócios que buscam crescer e evoluir. Não à toa, este ano, a Layer Up em parceria com diversas empresas ligadas ao setor de inovação, marketing e vendas, desenvolveu o Data Driven Decision, evento no qual abordamos a importância dos dados para a tomada de decisões mais certeiras. 

Além de contar com a presença de especialistas no assunto, foram apresentadas as últimas tendências e novidades do setor. 

Outro diferencial, é que foram abordadas as formas de implementar uma cultura orientada por dados, alternativas para melhorar a automatização de processos e as melhores metodologias e direcionamentos para uma gestão mais eficiente por meio do Business Intelligence

Para conferir o evento e ter insights para seu negócio, clique no botão abaixo.

Business Intelligence

 

Contato//

Fale com um especialista, tire dúvidas ou deixe sua sugestão para a Layer Up. Nosso time está pronto para dar um UP em seu negócio e entregar os melhores resultados!

    Newsletter

    Assine a newletter e receba informações do mundo digital.